Sibutramina: Como age, indicações, efeitos! Veja aqui!

Usada no tratamento da obesidade e vendida sob prescrição médica, a Sibutramina é uma medicação considerada como uma anorexia nervosa psicotrópica.

É um remédio para emagrecer de tarja preta, criado inicialmente como um antidepressivo. A sibutramina age no sistema nervoso central, especialmente em dois neurotransmissores, serotonina e noradrenalina.

Para que serve

Este medicamento, em primeiro lugar, foi usado como antidepressivo, uma vez que diminui a recaptação da serotonina. No entanto, os médicos perceberam que a sibutramina age como um “inibidor de apetite” mais eficiente do que um antidepressivo. A partir de então, passou a ser uma receita apenas para esse fim.

A droga inibe a recaptação de dois neurotransmissores, serotonina e noradrenalina, e, portanto, eles gastam mais tempo carregando a informação entre os neurônios, gerando uma sensação de plenitude e fazendo com que o paciente se contentar com menos comida. Além disso, este medicamento diminui a redução no gasto de energia que normalmente ocorre quando o processo de perda de peso começa.

Onde comprar?

A Sibutramina por um tempo foi proibida de ser vendida no Brasil, mas agora ela foi re-comercializada, sendo possivel encontrá-la em farmácias.

Emagrece?

sibutramina emagrece

Este medicamento é indicado para a perda de peso clinicamente indicada e deve estar vinculado a uma dieta regulamentada e a exercício físico, já que, sem ambos, é ineficiente. Pacientes obesos que têm fatores de risco, como hipertensão, também podem ter uma indicação para esse tratamento. A sibutramina não deve ser usada para fins estéticos, pois pode causar danos à saúde e tem vários efeitos colaterais.

Contra indicações

O tratamento com sibutramina não deve ser realizado por pessoas com história ou presença de transtornos alimentares (bulimia, anorexia, etc), pacientes alérgicos aos componentes da fórmula, para mulheres grávidas ou lactantes, usuários de antidepressivos e, juntos com outros medicamentos que suprimem o apetite.

Efeitos colaterais

sibutramina efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que surgem com o uso da Sibutramina são:

  • Taquicardia;
  • Aumento de pressão;
  • Vasodilatação;
  • Constipação;
  • Náusea;
  • Secura na boca;
  • Insônia;
  • Delírios;
  • Dor de cabeça;
  • Suar frio;
  • Mudança de paladar;
  • Erupções cutâneas na pele;
  • Urticária;
  • Visão turva;
  • Diarréia;
  • Vômito;
  • Convulsões.

Como tomar

A Anvisa reduziu a dose máxima diária do medicamento para 15 mg, mas a dose inicial é geralmente 10 mg, dependendo da reação do paciente.

Faz mal?

Existe uma condição rara chamada Síndrome Serotoninérgica que pode aparecer no caso do uso concomitante de outro inibidor de recaptação de neurotransmissores e medicações para enxaqueca juntamente com a Sibutramina.

O uso de Sibutramina em conjunto com outros medicamentos pode levar à hipertensão, como descongestionantes, gripe, etc.

Se você está tomando tratamento com inibidores de enzima, você deve ter cuidado com o consumo de Sibutramina, informando seu médico e regulando as doses de medicação.

A venda e permitida somente se o paciente assinar um tratado de responsabilidade com o médico, sendo que uma das cópias é retida ao lado da prescrição.

Não é recomendado consumir sibutramina e álcool em excesso.
As pessoas que estão em alto risco de doença cardiovascular têm um risco aumentado com a ingestão de sibutramina.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe um comentário